Dois versículos do Alcorão que todo cristão precisa conhecer

capturar

Segundo o Alcorão, livro sagrado da religião islâmica, Jesus não morreu crucificado e, por conseguinte, não ressuscitou:

“E por [os judeus] dizerem: Matamos o Messias, Jesus, filho de Maria, o Mensageiro de Deus, embora não sendo, na realidade, certo que o mataram, nem o crucificaram, senão que isso lhes foi simulado. E aqueles que discordam, quanto a isso, estão na dúvida, porque não possuem conhecimento algum, abstraindo-se tão-somente em conjecturas; porém, o fato é que não o mataram.” (Alcorão 4:157)

De acordo com a visão islâmica, a razão pela qual algumas pessoas acreditam que Jesus morreu crucificado é que Alá milagrosamente disfarçou alguém para se parecer com Jesus e morrer em seu lugar na cruz. Ou seja, Alá é um enganador, como o próprio Alcorão afirma explicitamente (Alcorão 3:54; 8:30).

Muçulmanos frequentemente afirmam que a Bíblia foi corrompida, mas existem muitos versículos no Alcorão que mostram que se isso for verdade Alá não sabe nada sobre isso. Um destes versículos é o 47 do capítulo 5. Ele manda os cristãos julgarem o Alcorão com base na revelação do Evangelho:

“Que os adeptos do Evangelho julguem segundo o que Deus nele revelou, porque aqueles que não julgarem conforme o que Deus revelou serão depravados.” (Alcorão 5:47)

Ou seja, Alá ordena os cristãos que julguem o Islã pelo Evangelho e diz que serão depravados se não o fizerem. Mas, claramente, os cristãos só podem julgar pelo Evangelho se de fato têm escrituras confiáveis. Assim, o Alcorão assume que a Bíblia é perfeita e não foi corrompida.

Porém, o que isso implica é que, se obedecermos a Alá e julgarmos o Islã pelo Evangelho, teremos que concluir que o Islã é falso, pois o Islã contradiz o Evangelho, uma vez que todos os quatro evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João) dizem que Jesus morreu por crucificação pelos nossos pecados e ressuscitou ao terceiro dia.

O Islã nega toda a base da fé cristã: Cristo morto na cruz pelos pecados da humanidade e ressurreto ao terceiro dia (1 Coríntios 15). Portanto, se dermos o mínimo de atenção ao que dizem estes versículos do Alcorão devemos acabar por rejeitar completamente o Islã. Desse modo, é muito importante que todo cristão conheça esses versículos para não se tornar alvo fácil de proselitistas muçulmanos.