O Calcanhar de Aquiles do Islã – William Lane Craig

william-lane-craig (1)

William Lane Craig, filósofo, teólogo e apologista cristão.

[Pergunta] Robinson perguntou: “Existe alguma evidência no Alcorão sobre a ressurreição de Jesus?”

Resposta do Dr. William Lane Craig: “Não que eu saiba. Porque uma das coisas mais notáveis sobre o testemunho do Alcorão para Jesus é que ele nega a sua crucificação. E eu acho que isso pode ser o calcanhar de Aquiles do Islã, francamente. É que o fato histórico sobre Jesus de Nazaré, que é universalmente reconhecido por todos os críticos hoje, mesmo os mais céticos, é que Jesus foi executado por crucificação pelos romanos. E ainda assim o Alcorão nega este fato indiscutível. Ele diz: “Eles não o mataram nem o crucificaram, mas ele só lhes parecia assim” [Surata 4:157]. E isso é extremamente embaraçoso para o muçulmano, eu acho, porque esse registro nega o fato histórico sobre Jesus, que é indiscutível, que todo mundo concorda. E eu acho que quando você reflete sobre isso, ele mostra mais uma vez que quando você está lidando com os documentos do Novo Testamento, você lida com documentos que são fontes primárias primitivas, ainda do primeiro século, durante o tempo de vida das testemunhas oculares; em contraste a um documento [o Alcorão] escrito na Arábia seis séculos após o evento histórico, independente de fonte de informação para a vida de Jesus. E, portanto, não é surpreendente que no Alcorão tenhamos esses erros factuais e lendas sobre Jesus que não são características das principais fontes primitivas.”


Fonte: https://www.facebook.com/ContraOIslamismo/videos/1889139707987840